post

7 dicas para melhorar o relacionamento entre aluno e professor

7 dicas para melhorar o relacionamento entre aluno e professor

 

Tem quem acredite que a relação aluno e professor é como aquela entre irmãos: tem afeto, mas também é cheia de brigas. Isso pode parecer natural, dada a convivência diária que têm, mas é muito prejudicial para o aprendizado. Romper com as barreiras de comunicação na sala de aula é essencial para a memorização dos alunos e para que se sintam à vontade no ambiente escolar, tendo mais facilidade e interesse em suas tarefas. Por isso, te damos algumas dicas de como desenvolver a ligação entre educadores e alunos!

  1. Equilibre o tom de voz

É impossível competir com a voz de todos os alunos juntas durante a aula, não é mesmo? Mas subir o tom de voz e até gritar não vai te dar a palavra. Muito pelo contrário, só vai esquentar ainda mais os ânimos. Mantenha sempre um tom de voz neutro e sereno, o que vai também conduzir o volume do restante da classe.

  1. Seja claro

Antes de começar o semestre letivo, seja claro quanto às suas expectativas, métodos de avaliação e regras dentro da sala de aula. Assim, todos os alunos já sabem o que esperar e não se frustram diante de uma nota ou de uma avaliação inesperada. Lembre-se que isso não significa impor leis: respeito é conquistado com o diálogo e com um raciocínio lógico compartilhado.

  1. Considere o nível do aluno

Já está muito ultrapassada a ideia de que o professor é o único que tem algo a ensinar dentro da sala de aula. Mas ele pode ser, em determinados momentos, o especialista em determinado assunto – e é papel desse especialista tornar o assunto compreensível para todos ali presentes. Usar conceitos difíceis e uma linguagem acadêmica demais é garantia de afastar aluno e professor e perder a atenção pelas próximas aulas.

  1. Proponha trabalhos em grupo

Ainda pensando que todos, professores e alunos, têm algo a ensinar, proponha trabalhos em grupo durante o semestre. Isso faz com que todos tenham a chance de expor o seu ponto de vista e experiências pessoais, ganhando confiança sobre o conteúdo e interesse nas aulas.

  1. Mude o formato da conversa entre aluno e professor

O formato auditório, aquele em que as cadeiras ficam em fileiras e o professor em pé, é intimidante. Pode ser favorável à uma aula com longas explicações e projeções, mas propor mudanças, nem que sejam ocasionais, pode ajudar a relação entre o grupo. Ter as cadeiras em roda, por exemplo, faz com que todos se olhem nos olhos e tenham a mesma importância naquele momento.

  1. Esteja disponível fora da sala de aula

Muitos alunos podem se sentir intimidados de fazer interrupções ou questionar determinados pontos na frente dos outros. Por isso, deixe claro que você está disponível para conversar por e-mail, por exemplo, ou fique alguns minutos a mais dentro da sala depois de terminar a aula. Isso faz com que ninguém tenha barreiras com você.

 

  1. Proponha avaliações

Ninguém gosta de se sentir avaliado, não é mesmo? Pois mostre aos alunos que isso é parte fundamental do desenvolvimento pessoal e proponha que eles avaliem você! Prepare um questionário anônimo com questões sobre didática, métodos de aula e clareza, por exemplo, e ouça no que você pode melhorar no próximo semestre.

Trabalhar a relação aluno e professor é mais do que garantir um melhor aprendizado, é fazer com que essa relação seja prazerosa e engrandecedora pessoal e profissionalmente. Experimente essas dicas em sua instituição e deixe sua opinião nos comentários!

No Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

WhatsApp Whatsapp